RMEG-FJP  Curso de Administração Pública (CSAP)  [15] XV CSAP  [15] XV CSAP - Monografias 

Utilize o seguinte identificador para referenciar este item:
http://monografias.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/2156

Título: Aspectos do choque de gestão mineiro à luz de experiências internacionais de modernização da gestão pública: autonomia e gestão de RH
Autor: Siqueira, Marcos
Orientador: Siqueira, Marcos
Membros da banca: Ferreira, Frederico Poley Martins
Otávio, Luís
Nível: Graduação
Instituição: Fundação João Pinheiro
Departamento: Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho
Programa: CSAP XV/2008
Data: Jun-2008
Keywords: Crisis of the state
Administrative reform
Public administration
Public services
Flexibility
"Shock Management"
Palavras-Chave: Crise do Estado
Reformas administrativas
Administração pública
Serviços públicos
Flexibilidade
Choque de gestão
Resumo: As mudanças sócio-culturais ocorridas no mundo pós-guerra transformaram o modo, a velocidade e a intensidade de como as pessoas interpretam as suas demandas por bens e serviços. No entanto, o Estado altamente burocratizado não acompanhou essas transformações e viu a sua capacidade de se adaptar a mudanças, cada vez mais limitada, aja visto a sua rigidez institucional. A emergente crise fiscal, aliada a uma economia cada vez mais global, aprofundou o estado de inércia governamental e limitou a ação Estatal até mesmo em seu último subterfúgio, o endividamento público. Dessa forma, os Estados Nacionais se viram obrigados a reverter ou amenizar esse cenário, apostando em reformas administrativas que visassem o aumento da flexibilidade institucional, da eficiência, eficácia e efetividade do setor público perante a sociedade. Esses desafios se viram presentes no Brasil e em suas unidades federativas, inclusive em Minas Gerais, que através do Choque de Gestão, empreendido a partir de 2002, passou a se atentar à necessidade de reformar o Estado. Uma análise comparativa das iniciativas do Governo de Minas Gerais com as práticas adotadas por Estados ao redor do mundo pode nos trazer ganhos de conhecimento “utilizável” para o nosso próprio contexto, ainda que as realidades sejam distintas, uma vez que isso nos possibilitará retirar lições acerca das políticas institucionais e seus prováveis efeitos.
Abstract: The socio-cultural changes occurring in the post-war world have transformed the way, the speed and intensity of how people interpret their demands for goods and services. However, the highly bureaucratic state did not follow such changes and has seen its ability to adapt to change, increasingly limited, acting as its institutional rigidity. The emerging fiscal crisis, combined with an increasingly global economy, deepened the state of governmental inertia action and limited the State even in his last subterfuge, the public debt. Thus, the National States were required to reverse or mitigate the situation, focusing on administrative reforms intended to increase the institutional flexibility, efficiency and effectiveness of public sector towards society. These challenges were present in Brazil and its federatives units, also in Minas Gerais, through the “Shock Management", conducted from 2002, came to be noted the need to reform the state. A comparative analysis of the initiatives of the Government of Minas Gerais with the practice adopted by states around the world can bring in gains in knowledge "usable" for our own context, even if the realities are different, since this will enable us to draw lessons about the institutional policies and their likely effects.
Aparece na(s) coleção(ções):[15] XV CSAP - Monografias

Arquivos deste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
Aspectos do choque de gestão mineiro à luz de experiências internacionais de modernização da gestão pública.pdf2,18 MBAdobe PDFVer/Abrir
Visualizar estatísticas

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.