RMEG-FJP  Curso de Administração Pública (CSAP)  XXX CSAP  XXX CSAP - Monografias 

Utilize o seguinte identificador para referenciar este item:
http://monografias.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/2206

Título: Juventude e vulnerabilidade social nos territórios urbanos: uma análise das juventudes em territórios urbanos vulneráveis e Região Metropolitana de Belo Horizonte
Autor: Freitas, Alexandre Mário de
Orientador: Costa, Bruno Lazzarotti Diniz
Membros da banca: Bronzo, Carla
Brasil, Flávia de Paula Duque
Nível: Graduação
Instituição: Fundação João Pinheiro
Departamento: Escola de Governo Paulo Neves de Carvalho
Programa: CSAP XXX/2016
Data: 2016
Keywords: Youth
Public policy
Metropolitan Region of Belo Horizonte
Territoriality
Vulnerability
Palavras-Chave: Juventude
Política públicas
Região Metropolitana de Belo Horizonte
Territorialidade
Vulnerabilidade
Resumo: Este trabalho de conclusão de curso analisa os fatores e características que contribuem para a vulnerabilidade dos jovens da periferia dos centros urbanos, em especial das juventudes em territórios urbanos vulneráveis da Região Metropolitana de Belo Horizonte. O jovem se desenvolve a partir do meio social em que ele se insere, e é a qualidade das trocas neste meio que o jovem se constitui enquanto sujeito e edifica suas potencialidades e capacidades. O desenvolvimento das capacidades dos jovens é limitado pelas vulnerabilidades às quais ele está exposto e pela qualidade das relações sociais que o meio permite ao jovem. Essas potencialidades e limitações não impactam o jovem de forma homogênea, ela dirige-se a grupos da juventude de acordo com sua especificidade. A juventude possui um caráter de formação para o indivíduo que faz com que essa etapa transitória seja singular na vida humana. Este caráter especial das juventudes e a ampla gama de privações às quais ela está sujeita justificam a implementação de políticas públicas específicas para a juventude, e é a diversidade de formas de se vivenciar a juventude e a pluralidade de demandas dos jovens que desafia o Estado a garantir uma oferta flexível de serviços que atenda as necessidades específicas deste grupo. O espaço público, assim como a vulnerabilidade, é constituínte na construção do jovem enquanto sujeito social. O território em que o jovem está inserido é fundamental na formação da identidade dos jovens e é potencializador de vantagens e desvantagens. As privações concentrada geograficamente e apresentam acúmulo de riscos e vulnerabilidades, privando jovens de direitos fundamentais para sua constituição enquanto sujeito social e perpetuando ciclos de pobreza e desigualdade. Essa realidade justifica a necessidade de se valorizar o território na construção de estratégias e políticas para a superação da vulnerabilidade.
Abstract: This course conclusion paper analyzes the factors and characteristics that contribute to the vulnerability of the youngster that lives in the periphery of urbans center, especially the youths in vulnerable urban areas in the metropolitan region of Belo Horizonte. The young man develops from the social environment in which he insert, and it is the quality of exchanges in these environment that the youngster constitute himself as a person and build his potentially capabilities. The development of the youth capabilities it’s limited by the vulnerabilities which he is exposed and by the quality of the social relations that the environment allows. These potentially and limitations doesn’t impact the youth in homogeny way, it’s directed to youth groups in respect to their specifications. The youth has the characteristic of forging individuals, making this transitory part of life singular. This special character of the youths and the large options of vulnerabilities which he is subjected justifies the implementation of public policies specifics for the youth, and it’s the varieties of ways of experiencing the youth and the plurality of the youths demands that challenges the State to ensure flexible options of services that make up for the needs of this specific group. The public space, like the vulnerabilities, constitutes the construction of the young man as a social being. The territory that the young man is inserted, it’s fundamental in the identity formation of the young man and potentiates advantages and disadvantages. Deprivations are geographically concentrated and presents assortments of risks and vulnerabilities, limiting the young man of the fundamental rights of his constitution while social being, perpetuating poverty and inequality cycles. This reality justifies the needs of enriching the territory in constructing strategies and policies for the youth overcoming.
Aparece na(s) coleção(ções):XXX CSAP - Monografias

Arquivos deste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
Juventude e vulnerabilidade social nos territórios urbanos3,82 MBAdobe PDFVer/Abrir
Visualizar estatísticas

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.