RMEG-FJP  Curso de Administração Pública (CSAP)  XXXV CSAP  XXXV CSAP - Monografias 

Utilize o seguinte identificador para referenciar este item:
http://monografias.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/2537

Título: Burocracia ativista: uma análise de trajetórias de atores estatais na intersecção entre os movimentos sociais e o estado
Autor: Lopes, Mariana Sousa
Orientador: Sousa, Letícia Godinho de
Membros da banca: Salej, Ana Paula
Assis, Marcos Arcanjo
Nível: Graduação
Instituição: Fundação João Pinheiro
Departamento: Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho
Programa: CSAP XXXV 2018
Data: 2018
Keywords: Burocracy
State activism
Minas Gerais
Social movements
Public policies
Palavras-Chave: Burocracia
Ativismo estatal
Minas Gerais
Movimentos sociais
Políticas públicas
Resumo: A presente pesquisa trata do tema do ativismo institucional no âmbito da burocracia do Governo do Estado de Minas Gerais. Propõe-se discutir a interpretação corrente e hegemônica, que conceitua o burocrata como ator politicamente “neutro”, ou simplesmente “técnico”, de modo a defender que essa distinção produz um falso dilema entre técnica e política. Sob a perspectiva de que esses indivíduos refletem suas crenças, trajetórias, histórias, entre outros, no decorrer de seu trabalho no corpo burocrático e que essa impressão de valores é legítima, analisa-se a trajetória de atuação dos chamados “burocratas ativistas”. A pesquisa trata de atores que ocupam cargos formais dentro do poder executivo e que têm relações com movimentos sociais e que incidem sobre os mecanismos burocráticos trazendo pautas, visões de mundo, valores ou demandas desses movimentos. Investiga-se assim se e como esses valores ou demandas são canalizados para dentro do Estado; e como isso se reflete no processo de produção de políticas públicas. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com gestores da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac) e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda). A conclusão aponta para a defesa de que a análise da trajetória de vida e profissional desses atores é um componente relevante para se explicar como se conforma o elo entre as agendas dos movimentos sociais e a prática ativista.
Abstract: This research deals with the theme of institutional activism within the bureaucracy of the Government of the State of Minas Gerais. It is proposed to discuss the current and hegemonic interpretation which conceptualizes the bureaucrat as a politically "neutral" or simply "technical" actor, in order to argue that this distinction produces a false dilemma between "technique" and "politics". From the perspective that these individuals reflect their beliefs, trajectories, histories, among others, in the course of their work in the bureaucratic body and that this impression of values is legitimate, the trajectory and action of the so-called "activist bureaucrats" is analyzed. The research deals with actors who occupy formal positions within the executive branch and who have relations with social movements and that focus on bureaucratic mechanisms bringing in guidelines, world views, values or demands of these movements. We investigate whether and how these values or demands are channeled into the State; and how this is reflected in the process of producing public policies. Semi-structured interviews were conducted with managers of the Secretariat of State for Human Rights, Social Participation and Citizenship (Sedpac) and the State Secretariat for Agrarian Development (Seda). The conclusion points to the defense that the analysis of the life and professional trajectory of these actors is a relevant component to explain how the link between the agendas of social movements and the activist practice is formed.
Aparece na(s) coleção(ções):XXXV CSAP - Monografias

Arquivos deste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
Burocracia ativista - uma análise de trajetórias de atores estatais na intersecção entre os movimentos sociais e o estado.pdf1,22 MBAdobe PDFVer/Abrir
Visualizar estatísticas

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.