RMEG-FJP  Curso de Especialização em Administração Pública, Planejamento e Gestão Governamental (CEAPPGG)  [6] CEAPPGG VI 2020-2022  [6] CEAPPGG VI 2020-2022 - Monografias 

Utilize o seguinte identificador para referenciar este item:
http://monografias.fjp.mg.gov.br/handle/mono/2919

Título: Governo digital e gestão de pessoas: análise do sistema PESCAD desenvolvido pela UFMG
Autor: Alves, Joana D’arc de Sá Ribeiro
Orientador: Câmara, Mauro Araújo
Membros da banca: Dufloth, Simone Cristina
Data: 13-Set-2022
Keywords: Digital government
Digital transformation
Digital competencies
Federal public administration
People management
Palavras-Chave: Governo digital
Transformação digital
Competências digitais
Administração pública federal
Gestão de pessoas
Resumo: O desenvolvimento de novas tecnologias provocou importantes mudanças na vida das pessoas e também no mundo corporativo. Nesse contexto, as informações são a matéria prima de maior valor estratégico para o mercado e o uso de tecnologias de informação e comunicação para organizar, armazenar, tratar e usar as informações tornou-se altamente disseminado inclusive no âmbito governamental. Nota-se um movimento mundial de governos e transformações digitais, com vistas a alterar de forma permanente e com geração de valor público a relação entre Estado e cidadão, pautada no uso de tais tecnologias, na criação de mentalidade digital e em políticas públicas capazes de trazer efetividade ao projeto. Sendo assim, emerge a discussão sobre quais são as competências necessárias para que os servidores públicos continuem atuando para a consecução dos objetivos das novas políticas de governo digital. Torna-se importante, então, abordar o conceito de competências digitais, intimamente relacionadas ao novo contexto, o que se fez a partir da análise de documentos como cartilhas da Escola Nacional de Administração Pública sobre o tema, o DigComp 2.1, o Quadro Dinâmico de Referência de Competência Digital e o Quadro de Competências Digitais para profissionais da área de gestão de pessoas de Institutos Federais de Ensino Superior proposto por Lopes (2021). Decidiu-se fazer um estudo de caso do Sistema de Cadastro de Pessoal - PESCAD desenvolvido pela UFMG e utilizado na área de gestão de pessoas, com vistas a verificar quais competências foram necessárias para a sua criação e em que medida o sistema pode ser considerado ferramenta de inovação para o contexto no qual é utilizado. Para isso, realizou-se pesquisas documentais em sítios eletrônicos oficiais da UFMG e entrevistas com profissionais das áreas de gestão de pessoas e tecnologia da informação que atuaram na criação do PESCAD. Dos resultados obtidos, destaca-se inovações para a área de gestão de pessoas promovidas pelo uso do sistema, notadamente ganhos com eficiência, segurança da informação, mecanismos de controle, gestão e auditoria. Por outro lado, a pesquisa evidenciou desafios na construção do sistema, como a dependência do conhecimento centralizado em poucas pessoas, a dificuldade de priorização de demandas e a comunicação pouco assertiva entre os setores envolvidos.
Abstract: The development of new technologies has brought about important changes in people's lives and also in the corporate world. In this context, information is the raw material of greatest strategic value to the market and the use of information and communication technologies to organize, store, process and use information has become highly disseminated, including within the government. There is a worldwide movement of governments and digital transformations, with a view to permanently altering and generating public value the relationship between State and citizen, based on the use of such technologies, the creation of a digital mentality and public policies capable of bring effectiveness to the project. Thus, the discussion emerges about what are the necessary competencies for public servants to continue working to achieve the objectives of the new digital government policies. It becomes important, then, to approach the concept of digital competences, closely related to the new context, which was done from the analysis of documents such as booklets from the National School of Public Administration on the subject, DigComp 2.1, the Dynamic Framework of Digital Competence Reference and the Digital Competence Framework for people management professionals from Federal Institutes of Higher Education proposed by Lopes (2021). It was decided to make a case study of the Personnel Registration System - PESCAD developed by UFMG and used in the area of people management, in order to verify which skills were necessary for its creation and to what extent the system can be considered a tool. innovation for the context in which it is used. For this, documentary research was carried out on official UFMG websites and interviews with professionals in the areas of people management and information technology who worked in the creation of PESCAD. From the results obtained, innovations in the area of people management promoted by the use of the system stand out, notably gains in efficiency, information security, control mechanisms, management and auditing. On the other hand, the research evidenced challenges in the construction of the system, such as the dependence on knowledge centralized in a few people, the difficulty in prioritizing demands and the little assertive communication between the sectors involved.
Notas: Monografia de conclusão de Curso (Especialização em Administração Pública Planejamento e Gestão Governamental) - Fundação João Pinheiro, Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho, 2022.
Publicado apenas online
Orientador: Mauro Araújo Câmara
Inclui apêndice.
Bibliografia: p. 86-92.
Extensão: application/pdf
Software requerido: Exigências do sistema: Adobe Acrobat Reader
Aparece na(s) coleção(ções):[6] CEAPPGG VI 2020-2022 - Monografias

Arquivos deste item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
VI CEAPPGG - TCC - Joana D_Arc.pdf10,41 MBAdobe PDFVer/Abrir
Visualizar estatísticas

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.